Assista agora Tenet, um filme de Christopher Nolan

1/1 · Por HBO

Descubra o que está por trás da realidade paralela de Christopher Nolan. Um filme com um aceno de cabeça para a física quântica.

Tenet, o filme de viagens temporal de Christopher Nolan

As tramas dos filmes do Christopher Nolan podem parecer um pouco difíceis de se explicar ou entender. Não é a primeira vez que o diretor britânico brinca com física quântica ou realidades paralelas.

Para que você não perca o fio da meada, a HBO Brasil explica brevemente do que se trata o filme, que, na nossa opinião, é a mistura perfeita entre A Origem (Inception), Amnésia (Memento) e Interestelar (Interstellar).

Se você ainda não assistiu ao filme, não se preocupe, não vai rolar spoiler neste artigo. Vamos apenas contar alguns fatos interessantes para que você acompanhe o enredo com facilidade e curta o filme desde o primeiro momento.

Um roteiro verdadeiramente envolvente que apela para uma corrida contra o tempo, em que um agente secreto conhecido como o Protagonista, interpretado pelo ator John David Washington, é recrutado por uma organização misteriosa para ajudar a impedir uma terceira guerra mundial no futuro.

Com a ajuda de um misterioso empreiteiro, papel de Robert Pattinson, eles começam a investigar anomalias futuras no presente, tudo para derrotar o inimigo maligno, Andrei Sator, um russo interpretado por Kenneth Branagh.

TENET, qual a origem do título?

Começamos com a primeira pista dada por seu nome, pois não foi escolhido por acaso. O termo já estava na mente do enigmático diretor Christopher Nolan.

Tenet está no centro do quadrado Sator, um achado arqueológico descoberto nas ruínas de Pompeia em 1925. Esse quadrado é formado por cinco palavras latinas:  ROTAS, OPERA, TENET, AREPO e SATOR, que servirão de guia no decorrer do filme. As palavras do quadrado Sator podem ser lidas da esquerda para a direita, de cima para baixo e até invertido. Um palíndromo, portanto, múltiplo.

Uma trama que desafia as leis do tempo

Em qual tempo estão as personagens em cada momento? Se você se fez esta mesma pergunta ao assistir ao filme, não se preocupe. A recente obra-prima de Nolan é particularmente complicada em termos da nossa percepção do tempo, do espaço e da matéria.

A chave temática e visual do roteiro está na imersão temporal. Isso significa que o tempo pode retroceder, mas também pode adiantar. No trailer podemos ver Laura, uma cientista interpretada por Clémence Poésy, mostrando duas balas de revólver sobre a mesa e dizendo ao Protagonista que uma das balas viaja para a frente no tempo e a outra para trás. Ela então estende a mão sobre a mesa e uma das balas “cai” para cima, como se estivesse voltando no tempo, voltando para antes da queda. Mas o que acontece quando algo que foi para trás está no mesmo espaço de algo que foi para frente?

No universo de Tenet, o tempo está invertido e assim será com a lei de causa e efeito que afirma que toda ação traz uma reação, uma consequência ou um resultado. Portanto, o filme mostra primeiro os efeitos e depois as causas.

O próprio Christopher Nolan afirmou nas notas de produção com as quais a Warner Bros acompanhou a estreia: “Todas as leis da física são simétricas, elas podem ir para frente ou para trás no tempo e serem as mesmas, exceto para a entropia”.

O que está por trás da frase: “Não tente entender isso. Sinta isso!”?

O filme levanta muitas perguntas e uma variedade maior ainda de repostas possíveis para cada uma delas. Laura (Clémence Poésy) diz ao Protagonista (John David Washington) “Não tente entender isso. Sinta isso!” enquanto explica a complexidade das realidades paralelas.

Considerando a fama de Christopher Nolan por "fazer filmes um tanto complicados de se entender à primeira vista", o conselho de Laura pode ser uma forma que o diretor encontrou para pedir ao espectador que apenas curta a história com todos os seus componentes. Christopher Nolan nos traz um filme com complexidades e detalhes sobre física quântica, efeitos especiais extraordinários, cenas de tirar o fôlego, uma atuação fantástica do elenco.  E, como sempre acontece, não é de surpreender que esta seja mais uma das obras-primas de Nolan que não te deixará indiferente.

Não perca Tenet, o ultimo filme de Christopher Nolan na HBO.

  • Copiar Enlace