O Preço do Talento, Um Filme Baseado em Fatos Reais

8/2 · Por HBO · Leitura de2 min.

Emocione-se com o filme autobiográfico de Shia LaBeouf, um drama que relata a história do ator com brutal sinceridade.

O Preço do Talento – Filme Baseado na História Real de Shia LaBeouf.

Shia LaBeouf é uma daquelas figuras que a imprensa Hollywoodiana ama e odeia ao mesmo tempo, porque sem ele e outros como ele não existiriam muitas das fofocas que tanto vendem. LaBeouf começou sua carreira como ator mirim e foi considerado uma criança prodígio enquanto trabalhava nos programas da Disney. Com apenas alguns pequenos papéis, logo estabeleceu uma boa reputação como ator. Graças aos filmes da saga Transformers, ele ganhou dezesseis milhões de dólares, embora ele mesmo tenha renegado essa lucrativa franquia de filmes que além de dinheiro, lhe trouxeram ainda mais fama.

A questão é que Shia não pertence ao grupo dos mais bem comportados. Ele bebe, fuma, causa confusão em bares, se envolve em acidentes de carro, briga com policiais... A revista Times o definiu com precisão em uma frase: "O menino beligerante do bairro". Recentemente, foi acusado de abusos por parte de suas ex-parceiras, mas no passado havia sido acusado de plágio de outros artistas. Ele declarou na ocasião que não estava curado de seu alcoolismo e de transtorno de estresse pós-traumático. Sim, muito álcool, muitas drogas, muita fama não fazem bem a ninguém. Ele se desculpou publicamente e até escreveu e estrelou um filme, talvez como forma de explicar seu comportamento instável, ou como forma de resgatar o seu passado. O filme é sobre a vida dele, é uma autoficção e se intitula O Preço do Talento (2019), ou Honey Boy no original.

O resultado é um filme biográfico com roteiro do próprio LaBeouf, no qual ele conta sua infância e juventude com um pai violento, perturbado e ambicioso. Este é um filme muito íntimo e doloroso, mas que ao mesmo tempo tem um toque de ternura e amor, onde Shia LaBeouf não interpreta a si mesmo, mas precisamente o seu pai. De diversas formas, o filme mostra a complexidade desta relação entre pai e filho.

A história começa em 2005, quando o alter ego de LaBeouf, um astro do cinema de 22 anos chamado Otis Lort (Lucas Hedges, conhecido pelo premiado filme Boy Erased: Uma Verdade Anulada) está fazendo terapia após sofrer um acidente de carro. Sua médica (Laura San Giacomo) o encontra bêbado e com sinais de estresse pós-traumático e recomenda, como terapia, que escreva sobre suas experiências anteriores. Ele recusa desde o início, reage com violência, mas no final é esta indicação médica que faz com que o ator relembre sua infância, levando o filme ao ano de 1995.

O Preço do Talento passa a alternar entre o presente e o passado. Descobrimos que Otis, desde criança, (agora interpretado por Noah Jupe), trabalhou como ator e que seu pai, James (papel do próprio LaBeouf), era seu acompanhante. James é apresentado como um homem atormentado, manipulador, imprevisível, alcoólatra e profissionalmente fracassado, que ao longo da vida viveu de uma série de pequenos negócios e trabalhos, incluindo trabalhos como um palhaço de rodeio. No ano de 1995, veremos Otis e James vivendo em um hotel barato, rodeados por uma multidão de personagens decadentes, mas ao mesmo tempo interessantes, que sem dúvida marcarão o menino para sempre.

Alma Har'el é responsável por dirigir esta autoficção de Shia LaBeouf

O filme é dirigido por Alma Har'el, diretora americana de origem israelense que ficou conhecida por dois documentários que tiveram boa recepção no mercado independente: Bombay Beach (2011), que ganhou o prêmio de Melhor Documentário no Tribeca Film Festival, e LoveTrue (2016), vencedor do prêmio de Melhor Documentário no Festival Internacional de Cinema de Karlovy Vary. Com O Preço do Talento, seu primeiro longa de ficção, ganhou o prêmio de Destaque na Direção de um Primeiro Longa-Metragem, concedido pelo Sindicato de Diretores dos Estados Unidos. Os documentários de Alma Har'el têm recebido atenção especial por atingirem uma combinação perfeita entre narrativa ficcional e documentário. Não é de se estranhar que ela tenha sido contratada para realizar esse projeto de autoficção tão próximo do registro documental. Na direção de fotografia também está outra mulher, a argentina Natasha Braier, que se destacou em Demônio de Neon (2016) de Nicolas Winding Refn.

O ator Noah Jupe, que interpreta o Otis mais jovem, merece atenção especial. Jupe ficou conhecido por seu trabalho sob a direção de George Clooney em Suburbicon: Bem-Vindos ao Paraíso (2017), no qual contracenou com Matt Damon, Julianne Moore e Oscar Isaac. Ele continuou a demonstrar seu talento no magnífico Um Lugar Silencioso (2018) de John Krasinski. Em O Preço do Talento, atingiu um novo patamar e ganhou o prêmio de Melhor Ator ou Atriz com 23 anos ou menos da Hollywood Critics Association e foi indicado para receber prêmios do London Critics Circle Film Awards, Film Independent Spirit Awards, Los Angeles Online Film Critics Society Awards, entre outros. Em 2020, ele mostrou mais de seu talento na minissérie da HBO The Undoing, na qual atuou com nomes de peso como Nicole Kidman, Hugh Grant e Donald Sutherland.

O Preço do Talento é um filme de resgate de um passado doloroso com atuações incríveis saído diretamente das memórias do controverso Shia LaBeouf. Assista a partir de fevereiro na HBO e na HBO GO.

  • Copiar Enlace

Assine a HBO

Não fique de fora. Aproveite a programação do momento.

Eu quero HBO!