Jorge Mautner, Kaos em Ação

10/3 · Por HBO · Leitura de2 min.

Kaos em Ação mostra momentos definidores da história cultural do Brasil através da jornada do artista Jorge Mautner, em seus 60 anos de carreira. Leia mais!

 Kaos em Ação é uma série documental coproduzida pela HBO e Conspiração que narra a fascinante trajetória do artista, compositor e escritor Jorge Mautner ao longo de 60 anos de carreira.

 Jorge Mautner, nome artístico de Henrique George Mautner, nasceu em 17 de janeiro de 1941, um mês após a chegada dos seus pais ao Brasil, fugidos do Holocausto. Ele é autor de vários livros, entre eles Deus da chuva e da morte (publicado em 1962 e vencedor do prêmio Jabuti de literatura de 1963), Kaos (1964) e Narciso em tarde cinza (1966). Em 1970 ele dirigiu e atuou no longa-metragem O Demiurgo.

 Seu repertório musical inclui sucessos gravados por grandes nomes da MPB, tais como O vampiro (Caetano Veloso), Maracatu Atômico (Gilberto Gil, Chico Science e Nação Zumbi), Lágrimas negras (Gal Costa), Samba dos animas (Lulu Santos), entre outros.

 Com direção de Mini Kerti, que também dirigiu Refavela 40, e roteiro de João Paulo Reys, Maria Borba e Hana Vaisman, a estória é contada por meio de imagens de arquivo recuperadas em acervos dentro e fora do Brasil, entrevistas inéditas com personagens que vão de Maria Bethânia ao político Carlos Lacerda, do executivo do mercado fonográfico André Midani à historiadora Maria Celina D’Araújo. As locações da série também colaboram na construção artística. Além disso, apresentações musicais permeiam as conversas fazendo com que a estória seja contada sob a ótica da arte.

Jorge Mautner

 O documentário, que estreou no dia 13 de fevereiro de 2020 às 22h, no canal HBO e na HBO GO, é composto de quatro episódios (ou fragmentos) e traz também momentos importantes da história artística e política do Brasil.

 O primeiro episódio começa com Mautner contando sobre sua infância, a mudança para São Paulo, a criação do Partido Kaos e o golpe de 1964. Sua mãe havia ficado traumatizada com as consequências que a guerra havia trazido para sua família e seu país e ficou impossibilitada de cuidar dele. Jorge foi então criado por Lúcia, sua babá, até os sete anos de idade. Após o divórcio dos pais, a família se muda para São Paulo para viverem todos juntos – ele, o pai, a mãe e o padrasto – na mesma casa.

Ainda no primeiro episódio, Gilberto Gil lê um texto inédito de Jorge, que apresenta o sentimento promovido ao longo da série: ‘a memória fabrica a essência da nossa vida’.

 O segundo episódio relata os anos em que Jorge Mautner passou no exterior para escapar da falta de liberdade de expressão gerada com o novo governo. Em 1966 ele se muda para os Estados Unidos, onde lavou pratos, trabalhou na ONU e foi secretário literário do poeta Robert Lowell. Ainda nos Estados Unidos ele conhece Ruth Mendes, sua mulher e mãe de sua única filha, a diretora de televisão Amora Mautner. Ainda no exílio vai a Londres, onde conhece Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Jorge Mautner

 Este fragmento traz debates bastantes ricos sobre esse período da história política e cultural não apenas do Brasil, mas do mundo. Jorge e Caetano conversam de forma acalorada sobre a volta dos exilados ao Brasil, mostrando que a história pode ser vista de maneira oposta mesmo por dois grandes amigos que trabalhavam, cada um à sua maneira, pela democratização do país.

 O terceiro episódio começa com Jorge e Jards Macalé visitando o Museu de Arte Moderna no Rio de Janeiro onde Macalé organizou, em 1973, o show chamado O Banquete dos Mendigos. O espetáculo comemorava os 25 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos em plena época de repressão.

 Ainda nesse episódio, Jorge e seus contemporâneos regressam do exílio. A historiadora Maria Celina D'Araújo faz uma análise rica e detalhada do contexto político desse retorno ao país.

Jorge Mautner e Gilberto Gil

 No quarto e último episódio, vemos claramente, através de conversas e reflexões, como a obra de Jorge inspirou diversos artistas. Flora Gil conta como surgiu o show O poeta e o esfomeado, estrelado por Mautner e Gil em 1987. Ela conta também sobre o Movimento figa Brasil, idealizado pelos dois artistas e que buscava a valorização da cultura e da identidade brasileiras.

 Jorge Mautner, Kaos em Ação, traz uma riqueza histórica de uma época que foi extremamente marcante para o Brasil. É a voz irreverente de uma geração que inspirou o país inteiro. Você não pode perder!

  • Copiar Enlace

Assine a HBO

Não fique de fora. Aproveite a programação do momento.

Eu quero HBO!