O Corvo Branco, a história de Rudolf Nureyev

16/4 · Por HBO · Leitura de3 min.

Curta na HBO O Corvo Branco  (The White Crow, 2018), o terceiro filme dirigido por Ralph Fiennes que mostra a infância, juventude e deserção do famoso bailarino russo Rudolf Nureyev da União Soviética.

Rudolf Nureyev, o bailarino que desertou da União Soviética

No final da década de 1950, o Estado soviético investiu tempo e recursos em disciplinas esportivas e artísticas, incluindo o balé clássico. Os bailarinos e bailarinas russos deveriam estar entre os melhores do mundo e isso foi, sem dúvida, alcançado. Isso, é claro, funcionava como propaganda comunista, tanto fora como dentro das fronteiras do bloco. Na verdade, os bailarinos mais proeminentes eram considerados heróis nacionais. Eles tinham privilégios que a maior parte da população não tinha e também podiam viajar além das fronteiras  russas.

Rudolf Nureyev era um desses bailarinos renomados. Em 1958, aos vinte anos, esteve em Viena no Festival Internacional da Juventude. Seu comportamento na época excedeu a tolerância do regime soviético; era muito comunicativo com os estrangeiros, muito amigável e festeiro. Ele foi proibido de viajar novamente, mas em 1961 o bailarino Konstantin Sergeyev sofreu uma lesão e Nureyev tornou-se seu substituto em Paris. Prestes a retornar, terminadas as suas apresentações e deslumbrado com a cosmopolita Cidade Luz, Nureyev decidiu escapar da vigilância da KGB e pedir asilo político. Foi, sem dúvida, um duro golpe para a União Soviética: um de seus heróis nacionais rejeitava o tão enaltecido estilo de vida socialista. 

O Corvo Branco, baseado na biografia Nureyev: The Life

Depois de ler a biografia intitulada Nureyev: The Life (2007) escrita por Julie Kavanagh, o ator e diretor Ralph Fiennes sentiu-se tentado a fazer um filme. Como ele mesmo conta, o que lhe chamou a atenção não foi a dança, mas sim a coragem daquele jovem de origem humilde que nunca se deixou derrotar em sua paixão pela arte. O Corvo Branco mostra sua infância, seus anos de estudante, sua paixão pelo ocidente e sua deserção, mas não é exatamente uma biografia nem a história de uma fuga, mas, acima de tudo, como Fiennes queria, o épico da alma livre de Nureyev.

Oleg Ivenko, o ator que interpreta Nureyev 

Nureyev é interpretado pelo ucraniano Oleg Ivenko, principal bailarino da companhia do Teatro Kazan, na Rússia. Fiennes não queria um rosto famoso e escolheu este jovem bailarino sem experiência em atuação e que também não falava inglês, mas que aprendeu o idioma em tempo recorde para as filmagens. De fato, o filme é falado parte em russo e parte em inglês, pois Nureyev é conhecido por ter falado esse outro idioma e feito uso dele para se comunicar em Paris. Este é, portanto, o primeiro filme de Olenko, e para ele foi, sem dúvida, um grande desafio; não só pelo fato de aprender a atuar e a falar inglês, mas pelo desafio que significa se colocar no lugar do lendário Nureyev. 

Ralph Fiennes, de ator a diretor

Ralph Fiennes é um renomado ator britânico de caráter que se desenvolveu durante anos dentro do universo shakespeariano, e que também, na década de 1990, se aventurou em Hollywood, desenvolvendo um bom número de papéis de profundidade dramática. São estes: o oficial nazista Amo Goeth em Schlinder’s List (1993), o gênio da memória Charles Van Duren em Quiz Show (1994), Lenny Nero, o ex-policial traficante de discos para lembranças no futurista Strange Days (1995), o explorador húngaro László Almásy em The English Patient (1996), o assassino em série de Red Dragon (2002), o homem perturbado de Spider (2002) ou o zelador de um prestigiado hotel europeu no The Grand Budapest Hotel (2014). Tudo sem deixar de lado sua interpretação de Lord Voldemort na saga Harry Potter.

Fiennes trabalhou sob a orientação de grandes diretores como Steven Spielberg, David Cronenberg, Kathryn Bigelow, Wes Anderson ou Anthony Minghella. Mas ele também se envolveu na direção e hoje conta com três obras: Coriolanus (2011), The Invisible Woman (2013) e O Corvo Branco (The White Crow). A primeira é uma versão contemporânea da tragédia de Shakespeare que leva o mesmo nome; a segunda, a história dramática do amor secreto de Charles Dickens, e a terceira, com a qual estamos analisando, O Corvo Branco, a história de um momento crucial na vida de um dos famosos bailarinos do mundo.

Em O Corvo Branco, Fiennes também atua. Ele interpreta o célebre dançarino e ainda mais célebre professor de dança Alexander Pushkin, que foi tutor de Nureyev, bem como de outros grandes como Oleg Vinogradov e Mikhail Baryshnikov.

O Corvo Branco, dirigido por Ralph Fiennes, a partir de abril, estreia na HBO e na HBO GO.

  • Copiar Enlace

Assine a HBO

Não fique de fora. Aproveite a programação do momento.

Eu quero HBO!