A Peste, nova série espanhola

5/1 · Por HBO · Leitura de1 min.

Nesta nova série espanhola, você desembarca em Sevilha no século XVI e acompanha Mateo, um ex-militar que deve investigar uma série de crimes.

A peste, a nova série de crimes e mistérios estrelada por Paco Leon e Pablo Molinero

A Peste Negra ou Peste Bubônica é uma doença infecciosa causada pela bactéria Yersinia pestis, que vive em animais, especialmente ratos, ou melhor, ela vive nas pulgas desses roedores. O adjetivo “negra” é adicionado porque produz manchas negras na pele e por causa da gangrena que ataca as extremidades do corpo. O termo “bubônica” por provocar bubões ou bubos, isto é, inchaços infecciosos no sistema linfático, sobretudo nas regiões das axilas, virilha e pescoço. Hoje, a doença é controlada, seus breves surtos não causam grandes danos e pode ser tratada rapidamente com antibióticos.

Em 1957, a peste foi uma doença que espalhou a morte para todos os lados em Sevilha, na Espanha. A cidade era a metrópole do mundo. Um porto importante, próspero, porta entre a América e a Europa. Uma cidade rica que floresceu graças ao comércio internacional. Um lugar que vivia seu esplendor, com mais habitantes e mais vida do que Madri. Especiarias, tecidos exóticos, ouro e uma enorme fauna humana que deu vida à cidade circularam ricamente por suas ruas e docas: comerciantes, nobres, ricos, plebeus, religiosos e amantes da luxuria... E ali, entre todos eles, a superlotação, uma perigosa superlotação.

Esta é a Sevilha do final do século XVI, o cenário da série espanhola A Peste, que teremos o privilégio de desfrutar a partir de janeiro na HBO.

Alberto Rodríguez Librero e Rafael Cobos, diretor e roteirista

Criada por Alberto Rodríguez e Rafael Cobo, A Peste é apresentada como uma das séries espanholas mais ambiciosas dos últimos anos, com um custo de dez milhões de euros para cobrir os seis capítulos da primeira temporada. É dirigida por Alberto Rodríguez Librero e é baseada no roteiro fantástico do cineasta Rafael Cobos. Eles já fizeram juntos filmes que lhes renderam prêmios importantes. Em 2017 eles ganharam o Goya de Melhor Roteiro Adaptado com El hombre de las mil caras e em 2015, Rodríguez Librero ganhou o prêmio de Melhor Diretor e Cobos Melhor Roteiro Original com La isla mínima.

A descida ao inferno

Em A Peste eles fazem outra dobradinha para nos oferecer uma magnífica recriação histórica de uma cidade encurralada pela morte e pela escuridão, onde se isso não bastasse, a sombra do assassinato também se move. Um thriller inteiro de investigação criminal em meio a uma situação complexa e caótica.

A série apresenta Mateo (Pablo Molinero) chegando em Sevilha. Ele voltou para procurar Valerio, o filho de um amigo que morreu na guerra. Mateo está hospedado na casa de seu grande amigo Luis de Zuñiga (Paco León), um rico comerciante da cidade. De Zúñiga é um homem hábil e muito inteligente que sabe navegar em um mundo cheio de armadilhas e reviravoltas.

Deveremos saber algo mais sobre Mateo: antes de ir para os campos de batalha, ele era um editor de livros que foi acusado de imprimir livros proibidos. Se viu obrigado a fugir da cidade devido à sentença imposta pela Inquisição. Agora que ele está de volta, os oficiais de justiça do inquisidor Celso de Guevera (Manolo Solo) estão seguindo seus passos. Finalmente Mateo é capturado e nas masmorras escuras ele se depara com Celso de Guevara, que se oferece para salvar sua vida em troca do cumprimento de uma missão: ele deve investigar uma série de assassinatos diabólicos que estão ocorrendo na cidade. Mateo entra então num mundo oculto onde o mal tem seu caminho nos conventos, nos bordéis regulamentados pela Igreja, nos hospitais e nos palácios. Nesta excelente série histórica, o misticismo e o mal se entrelaçam em uma descida mortal na escuridão da alma humana.

A Peste foi a primeira série a estar na seção oficial do prestigioso festival de San Sebastián. Não perca o mistério, a emoção e a aventura de A Peste, a partir de janeiro, na HBO e na HBO GO.

  • Copiar Enlace

Assine a HBO

Não fique de fora. Aproveite a programação do momento.

Eu quero HBO!